Dr. Frankenstein | Santo André e os Maus Rapazes

Go To Artist Page

Recommended if You Like
Man or Astroman The Bomboras The Cramps

More Artists From
Portugal

Other Genres You Will Love
Rock: Surf Rock Rock: Garage Rock Moods: Type: Instrumental
Sell your music everywhere
There are no items in your wishlist.

Santo André e os Maus Rapazes

by Dr. Frankenstein

Surf Rock / Garage & Rock'n'Roll from Portugal
Genre: Rock: Surf Rock
Release Date: 

We'll ship when it's back in stock

Order now and we'll ship when it's back in stock, or enter your email below to be notified when it's back in stock.
Continue Shopping
available for download only
Share to Google +1

To listen to tracks you will need to update your browser to a recent version.

  Song Share Time Download
clip
1. O Santo
3:59 $2.00
clip
2. Jiboia
3:11 $2.00
clip
3. Linhas de Sangue
3:01 $2.00
clip
4. A História do Homem Que Não Existiu
3:35 $2.00
clip
5. Our Man Flint
2:09 $2.00
clip
6. Tema dos Maus Rapazes
4:03 $2.00
Downloads are available as MP3-320 files.

ABOUT THIS ALBUM


Album Notes
LADO A

O SANTO
JIBÓIA
LINHAS DE SANGUE

LADO B

A HISTÓRIA DO HOMEM QUE NÃO EXISTIU
OUR MAN FLINT
TEMA DOS MAUS RAPAZES


Gravado no dia 22 Dezembro 2016 no QB Sound Studios por Ricardo Queluz
Overdubs, Mistura e Masterização por André Joaquim no Sant'Hula 2 Mobile Studio entre Janeiro e Junho 2017
Arte Gráfica por Rui Ricardo
Foto por Ana Maria Ferreira

Todos os temas autoria de André Joaquim excepto "Our Man Flint" por Jerry Goldsmith

André Joaquim - Guitarra / Voz / Teclas
Bruno Machado - Guitarra
Duarte Vicente - Bateria
Tiago Coelho - Baixo


© 2017 DDJR012







O SANTO

Eu sou um boi doente considero-me anormal
Eu sou um rato podre um bastardo menstrual
E como como um búfalo não paro para pensar
Sou uma ratazana num convento a roubar

Eu sou a varejeira que te está sempre a rondar
Eu sou o escaravelho que não te deixa pensar
Eu sou a cascavel que te aperta até cair
Eu sou o pica-pau no teu crânio a esculpir

Eu sou um Santo, sou o Santo
Faço milagres e vomito o meu quebranto

Exércitos de térmitas é o que tentas treinar
Um banho de piranhas é o que eu te quero dar
Sempre foste a cadela que só vive com o cio
Sempre foste a merda igual a quem te pariu

Eu sei que tu pensas o que eu estou a pensar
A tua presunção é o que te põe a falar
Não olhes para mim que trago óculos de sol
Não sabes que sou um monstro do Rock'n'Roll?

Read more...

Reviews


to write a review