Marcos Pablo Dalmacio & Alessandro Lucindo | Cordas de Acordo

Go To Artist Page

Recommended if You Like
Duo Abreu Duo Presti-Lagoya

More Artists From
Brazil

Other Genres You Will Love
Classical: Early Music Classical: Classical era Moods: Instrumental
Sell your music everywhere
There are no items in your wishlist.

Cordas de Acordo

by Marcos Pablo Dalmacio & Alessandro Lucindo

En esta, mi primera producción discográfica, encontrarán interesantes transcripciones de obras para clavecín y composiciones originales para dúo de guitarras. Entre ellas llaman la las cuatro piezas opus 38 de Johann Kaspar Mertz, en primera grabación!
Genre: Classical: Early Music
Release Date: 

We'll ship when it's back in stock

Order now and we'll ship when it's back in stock, or enter your email below to be notified when it's back in stock.
Continue Shopping
available for download only
Share to Google +1

To listen to tracks you will need to update your browser to a recent version.

  Song Share Time Download
clip
1. John Dowland - My Lord Willoughby´s Welcome Home
Marcos Pablo Dalmacio & Alessandro Lucindo
1:41 $0.45
clip
2. Johann Sebastian Bach - Invention I in C Major
Marcos Pablo Dalmacio & Alessandro Lucindo
1:14 $0.45
clip
3. Johann Sebastian Bach - Invention II in C Minor
Marcos Pablo Dalmacio & Alessandro Lucindo
1:59 $0.45
clip
4. Johann Sebastian Bach - Invention IV in D Minor (feat. Alessandro Lucindo)
Marcos Pablo Dalmacio
1:14 $0.45
clip
5. Johann Sebastian Bach - Invention VIII in F Major
Marcos Pablo Dalmacio & Alessandro Lucindo
1:10 $0.45
clip
6. Johann Sebastian Bach - Invention Xiii in a Minor
Marcos Pablo Dalmacio & Alessandro Lucindo
1:25 $0.45
clip
7. Domenico Cimarosa - Three Sonatas. I. Allegro
Marcos Pablo Dalmacio & Alessandro Lucindo
1:26 $0.45
clip
8. Domenico Cimarosa - Three Sonatas. II. Andante
Marcos Pablo Dalmacio & Alessandro Lucindo
3:04 $0.45
clip
9. Domenico Cimarosa - Three Sonatas. III. Allegro
Marcos Pablo Dalmacio & Alessandro Lucindo
1:46 $0.45
clip
10. Domenico Scarlatti - Sonata IX
Marcos Pablo Dalmacio & Alessandro Lucindo
4:06 $0.45
clip
11. Ferdinando Carulli - Serenade in a Major Opus 96. I. Largo-Allegro Moderato
Marcos Pablo Dalmacio & Alessandro Lucindo
4:40 $0.45
clip
12. Ferdinando Carulli - Serenade in a Major Opus 96. II. Larghetto
Marcos Pablo Dalmacio & Alessandro Lucindo
1:42 $0.45
clip
13. Ferdinando Carulli - Serenade in a Major Opus 96. III. Allegretto (feat. Alessandro Lucindo)
Marcos Pablo Dalmacio
3:26 $0.45
clip
14. Mauro Giuliani - Variazioni Concertanti Opus 130 - Introduzione
Marcos Pablo Dalmacio & Alessandro Lucindo
1:38 $0.29
clip
15. Mauro Giuliani - Variazioni Concertanti Opus 130 - Tema
Marcos Pablo Dalmacio & Alessandro Lucindo
1:27 $0.29
clip
16. Mauro Giuliani - Variazioni Concertanti Opus 130 - Variazione 1 (feat. Alessandro Lucindo)
Marcos Pablo Dalmacio
1:19 $0.29
clip
17. Mauro Giuliani - Variazioni Concertanti Opus 130 - Variazione 2
Marcos Pablo Dalmacio & Alessandro Lucindo
1:34 $0.29
clip
18. Mauro Giuliani - Variazioni Concertanti Opus 130 - Variazione 3
Marcos Pablo Dalmacio & Alessandro Lucindo
1:34 $0.29
clip
19. Mauro Giuliani - Variazioni Concertanti Opus 130 - Variazione 4
Marcos Pablo Dalmacio & Alessandro Lucindo
2:09 $0.29
clip
20. Mauro Giuliani - Variazioni Concertanti Opus 130 - Variazione 5
Marcos Pablo Dalmacio & Alessandro Lucindo
1:24 $0.29
clip
21. Mauro Giuliani - Variazioni Concertanti Opus 130 - Variazione 6
Marcos Pablo Dalmacio & Alessandro Lucindo
1:43 $0.29
clip
22. Mauro Giuliani - Variazioni Concertanti Opus 130 - Coda
Marcos Pablo Dalmacio & Alessandro Lucindo
0:42 $0.29
clip
23. Johann Kaspar Mertz - Four Pieces Opus 38 - Fantasie in F Major
Marcos Pablo Dalmacio & Alessandro Lucindo
3:39 $0.45
clip
24. Johann Kaspar Mertz - Four Pieces Opus 38 - Impromptu in F Major
Marcos Pablo Dalmacio & Alessandro Lucindo
5:13 $0.45
clip
25. Johann Kaspar Mertz - Four Pieces Opus 38 - Barcarola in G Minor
Marcos Pablo Dalmacio & Alessandro Lucindo
3:42 $0.45
clip
26. Johann Kaspar Mertz - Four Pieces Opus 38 - Der Ball
Marcos Pablo Dalmacio & Alessandro Lucindo
6:58 $0.45
Downloads are available as MP3-320 files.

ABOUT THIS ALBUM


Album Notes
My Lord Willoughby’s Welcome Home
John Dowland (Inglaterra: 1563-1626)

Dowland foi um dos maiores alaudistas de seu tempo, e também refinado cantor e compositor. Suas obras foram resgatadas com grande interesse no século XX, principalmente por violonistas que encontraram em suas peças para alaúde, um formoso repertório. A presente obra é a adaptação do próprio compositor de uma canção famosa na época, escrita como homenagem ao vencedor de uma importante batalha nos países baixos. Foi William Byrd que escreveu a peça com acompanhamento de cravo, e aparentemente Dowland é o autor da segunda voz da obra, tipo de trabalho muito comum na época.

Cinco Invenções a duas vozes (*)
Johann Sebastian Bach (Alemanha: 1685-1750)

Considerado unanimemente como o maior compositor de todos os tempos, Bach, também foi um instrumentista e um pedagogo genial, que se revela nas peças de conteúdo didático que ele escreveu para o estudo de seus filhos, que foram grandes e reconhecidos compositores de sua época. Entre essas peças de caráter didático, se encontram as belas quinze invenções a duas vozes, concebidas para cravo, que exploram quinze tonalidades diferentes, sempre pensadas a duas vozes, é dizer: uma para a mão direita e outra para a esquerda. Neste caso, são dois violões que se repartem o trabalho, tocadas desde as partituras originais para instrumento de tecla.
* Nas 5 invenções, Marcos Pablo Dalmacio toca um violão de 10 cordas.

Sonata IX: Pastorale
Domenico Scarlatti (Itália: 1685-1757)

Compositor italiano que viveu grande parte de sua vida em Espanha e Portugal, fato que influenciou na suas composições. Nasceu exatamente no mesmo ano que o grande J. S. Bach, mas na sua música pode se perceber um estilo que começa á abandonar o barroco e projetar para uma nova era. Filho de um grande compositor, ele mesmo tornou-se mais conhecido que seu pai para a posteridade, ganhando fama sobre todo pelo seu virtuosismo no cravo, ao qual dedicou nada menos que 555 sonatas em um único movimento cada uma, das quais procede esta transcrição.

Três Sonatas para cravo
Domenico Cimarosa (Itália: 1749-1801)

Compositor de óperas de extraordinário sucesso na Itália de sua época, do qual ainda se recorda “Il matrimonio segreto”. Escreveu umas 80 óperas e algumas obras sacras. Talvez estas peças pertençam ao seu período de formação, pois em forma e estilo devem muito às de Scarlatti, sem por isso renunciar á um desenvolvimento próprio. Na segunda Sonata pode-se notar um belo exemplo de expressão romântica, apenas contida e controlada pela estrutura e lineamentos clássicos.

Serenata em Lá maior, opus 96
Ferdinando Carulli (Itália: 1770-1840)

Carulli foi o mais prolífico compositor de duos de violão, muitos dos quais foram concebidos para fins didáticos; outros, como esta bela Serenata, tem uma escrita mais “concertante”, requerendo uma técnica mais apurada, com a mesma exigência técnica para ambos os violões, sem excluir passagens virtuosísticas.
Uma serenara foi originalmente uma composição de caráter livre concebida para ser executada na noite. A presente peça, conserva disso o caráter amável da expressão e uma musicalidade singela e elegante, sendo um de seus melhores duos para esta combinação instrumental.

Variações Concertantes Opus 130
Mauro Giuliani (Itália: 1781-1829)

Junto com o espanhol Fernando Sor, o italiano Mauro Giuliani é considerado o mais importante criador para violão do período clássico. Executava também o violoncelo, e até participou como violoncelista na estréia da sétima sinfonia de Beethoven, em 1813. Amigo de Schubert, Diabelli, Hummel e outros grandes músicos da Viena dessa época, Giuliani desenvolveu uma carreira sumamente importante. Comparte com Ferdinando Carulli a honra de ser dos primeiros em compor um concerto para violão e orquestra. Também dedicou atenção à música de câmara, compondo duos, trios e quintetos com violão e diversas combinações instrumentais. Esta aqui apresentada é original para dois violões, escrita por Giuliani para ser tocada com sua filha, com a qual ofereciam concertos a duo. Depois de dramática introdução, se apresenta um belo tema, seguido de seis variações que mostram diversos aspectos da técnica do violão e logo uma coda em estilo de ópera italiana para grandiosa conclusão.

Três Peças Opus 38
Johann Kaspar Mertz (Hungria: 1806-1856)

Grande virtuoso do violão estabeleceu-se em Viena, importante centro do instrumento na época. Sua obra mais significativa é a opus 13, uma coleção de peças de caráter chamada “Bardenklänge”, onde se podem escutar ecos da música de Schubert, Schumann e Mendelssohn. O fato de sua esposa ser pianista deve ter influenciado na sua escrita nova para o violão, na qual busca imitar vários dos efeitos próprios do piano. Isto é muito interessante, pois até o momento, a inspiração dos compositores violonistas provinha da obra de Mozart e Haydn, como no caso de Sor, Aguado e Diabelli, o de Rossini e a ópera italiana como no caso de Giuliani.
Nestas peças para duo existem duas particularidades: o primeiro violão toca com “capotasto” no terceiro espaço do violão, pois originalmente a obra pedia “guitarra terzina”, um violão afinado uma terça mais aguda, de timbre mais brilhante, que leva à segunda particularidade: se precisava um instrumento que soasse mais pois o acompanhamento seria feito então com piano. O interesse pela obra de Mertz é bastante recente, mas á demonstrado que é um compositor sólido e que outorga bela variedade num programa de concerto.

Read more...

Reviews


to write a review