Projeto Mopri | MMPP

Go To Artist Page

More Artists From
Brazil

Other Genres You Will Love
Hip-Hop/Rap: Hip Hop Hip-Hop/Rap: Rap Moods: Type: Political
Sell your music everywhere
There are no items in your wishlist.

MMPP

by Projeto Mopri

Pela influência musical em comum do trio, o som tem seus principal pilar no Rap , porém o Trio passeia sem medo pelo Rock, funk, Soul, e outros estilos, ouça e conheça essa alquimia sonora do Projeto Mopri
Genre: Hip-Hop/Rap: Hip Hop
Release Date: 

We'll ship when it's back in stock

Order now and we'll ship when it's back in stock, or enter your email below to be notified when it's back in stock.
Continue Shopping
available for download only
Share to Google +1

To listen to tracks you will need to update your browser to a recent version.

  Song Share Time Download
clip
1. Sem Massagem
5:06 $0.30
clip
2. Reflexão
3:48 $0.30
clip
3. MMPP
3:21 $0.30
clip
4. Dr
3:40 $0.30
clip
5. Chama a Polícia
2:50 $0.30
Downloads are available as MP3-320 files.

ABOUT THIS ALBUM


Album Notes
Tudo Começou quando Eri Q.i. convidou o seu Primo Lucas Beatmaker para produzir uma música sua. Lucas ao produzir, sentiu falta de uma guitarra no som, como não achava algum sampler que lhe agradava, convidou o primo Luciano Mello para gravar as guitarras, que já contribuiu com outros Beats de Lucas. A química do direcionamento musical foi imediata, então decidiram gravar mais músicas. E assim com 3 Primos sem preconceitos musicais e sem medo experimentar novas sonoridades em prol da música nasceu o projeto MOPRI.

Abaixo um breve histórico musical de seus integrantes

Eri Q.i. Iniciou no hip hop no final dos anos 80 quando ouvia em rádios grandes nomes como Thaide e DJ Hum, MC Jack, Pepeu, Black Junior e vários outros formando suas poesias em forma de musica.

Como não poderia ser diferente lá estava ele nos palcos do grande ABC. Juntamente com o parceiro Samuel e seu irmão Tom, formou-se o grupo Sangue Negro , que chegou na final do concurso de rap que foi realizado no inesquecível Chopapo organizado pela Chic Show.Com a parada do Grupo teve o privilégio de ser convidado para participar do Grupo Irmãos de Verdade,que por sua vez fizeram grandes apresentações nas melhores casas noturnas de hip hop como Clube do Rap e Santana Samba,vários debates em escolas e centro culturais.

Em 1995 Eri Q.I. e o Enéas (Enezimo), resolveram seguir seus caminhos querendo dar uma nova cara ao rap formando o Grupo A.R.M.A.G.E.D.O.N. convidando dois DJs (Julhão, DI) e seu irmão tom para fazer apresentações.
Com esse mesmo obtiveram grande respaldo com varias apresentações no Grande ABC , São Paulo , Interior e Litoral. Como conseqüência do trabalho, foram diversas as entrevistas em rádios ,revistas e TV. Em 1997 ganharam como grupo revelação do ano, os 10 melhores grupos de RAP de São Paulo, entre outros.

Nessa caminhada lançaram um Single pelo selo Companhia Paulista de HIP HOP, produzido pelo EDIROCK (Racionais Mcs). Em seqüência lançaram o CD intitulado Projeto Século XXI e o clipe da musica 100 Essa de Subir o Gás.Participaram e colaboraram em diversos cds de grandes artistas como, SNJ, Professor Pablo, Potencial 3, etc...
Ao passar do tempo resolveram dar uma parada com o Grupo A.R.M.A.G.E.D.O.N.

Em 20 de janeiro de 2012, com grandes nomes na participação como André Sagat, Ubirajara e Dj Nato PK nas produções, e os rimadores como, Enézimo, Preto R, Carlos Avonts, Luis Long beach, Max Musicalmente, Sagat, Treze, Thajo, João do Samba etc..


Lucas Ariel Moraes Campos mais conhecido pelo seu nome artístico Lucas Beatmaker ou LB, é um Beatmaker e Produtor considerado uma das novas figuras do Hip Hop de São Paulo. Nascido no estado de São Paulo, Lucas Beatmaker entrou no mundo do rap em 2010 com apenas 16 anos, desde então participou de diversas batalhas de beats, sempre tendo grande destaque, algumas batalhas que participou: “Hip Hop Beats, Projeto repertório(2ªlugar) , Batalha da Matriz, Harmonicas Batalhas(2ªlugar), Batalha site Love Rap(Campeão), Battle Beats Brasil,Liga Dos Beats(Finalista) ,Batendo na lata (Campeão da edição Rinha Dos Mc’s de 2012 e finalista em 2013) e Batalha Dos Versos

Com a repercussão das batalhas Lucas ganhou diversos admiradores de peso, e trabalhou produzindo beats para dezenas de artistas. Produziu seu primeiro hit em 2012 , intitulado “Chá de Quebra”do artista Flow MC com participação de Shaw .
Sua primeira Produção foi para o Monkeyjhayam intitulado “Não seria capaz”, logo na sequencia produziu o EP “ Recomeço” do MC Adashi, Falco Hager o EP intitulado “O sonho é seu”. Lucas tem como parceiros diversos artistas com os quais produziu algumas faixas em algumas mixtapes como: Mc correria, Terra Preta, Emerson rosa, Dvc , Bauab, Zicoru Markaum, Caprieh, CWBase MC,Murilo SDC,Raphão Alaafim,Interpretoação, entre muitos outros.

Com a mente aberta, o produtor Lucas Beatmaker, segue seu trabalho como artista e beatmaker solo, criando músicas instrumentais de outros diversas vertentes, como os estilos alternativos: Chilltrap , Trap Chillstep, Dubstep entre outros, Vale destacar que ele foi um dos primeiros a misturar Trap com Funk em São Paulo.

Atualmente fora o projeto Mopri, Lucas tem lançado singles com uma proposta diferente para o publico, sempre inovando e expressando sentimento nos beats,Sua Discografia conta com o 3 beat- tapes , “puro e simples” em 2010 , “achados e perdidos” em 2011 e “overdose de tranquilidade” em 2012.


Luciano Mello se interessou pela guitarra após escutar o solo da música Débil Metal dos Mamonas assassinas, a partir dai, ao adquirir seu primeiro instrumento começou seus estudos com Christian Eugenio (valyfields), e posteriormente com Renatinho (valyfields).

Durante esse período participou de algumas bandas:
Infarto do Miocárdio: começou tocando guitarra base na banda Infarto do Miocárdio que foi formada pelos seus vizinhos e amigos de infância tocando hardcore, punk rock e rock nacional Como a banda era apenas um lazer entre vizinhos, com o tempo a banda teve seu fim.

Judas Priest Cover desenvolveu sua técnica e precisão e conheceu melhor o estilo heavy metal, porém por desentendimentos entre os integrantes da banda, a banda teve seu fim.

Speed Gonzalles na qual dividia as guitarras com seu Professor na época Renatinho, a formação da banda se completava com Emerson ( baixo), Rangel ( bateria), Flavio Villa Nova (voz). Após o lançamento da primeira demo da banda, Renatinho saiu da banda, emerson passou para a guitarra, e o Gabriel entrou para assumir o posto de baixista. Com essa formação realizaram shows pelo ABC Paulista, e teve uma grande repercussão, tendo a Sua demo destacada no Jornal circular do ABC, porém após alguns desentendimentos Flavio e Gabriel deixaram a banda. Porém o projeto não teve fim, e prosseguiu com Flavio na voz, Rangel na bateria, Luciano Nas guitarras base e solo, Emerson nas guitarras base e solo, gravaram o Cd Da banda em 2004, que foi produzido no estudio Yglu pelo produtor Edê.

Flavio Villa Nova: Gravou as guitarras do vocalista em seu seu cd Solo intitulado de Tudo um pouco em 2005

Fakto: no final de 2008 na Banda Fakto, Formada pelo Fino ( baterista), que contava com 2 percussionistas ( Barata e bocão), guitarra base ( Laerte) , guitarra Solo ( Luciano Mello) e voz (Negroleo), o Grupo teve grande repercussão no ABC Paulista, misturando sons percussivos com Guitarras distorcidas, tocando fielmente ou dando uma Novas caras a clássicos do Rock, MPB, Reggae, Maracatu, Pop, entre outros, Porém em meados de Julho de 2009 fino saiu da banda, o Baterista Gê (Cunhados, Mô-H, Pearl Jam Cover) entrou em seu lugar, e a banda caminhou mais um pouco, porém teve o inevitável fim em 2010.

Faktrio: em 2010 com o termino do fakto, Luciano Mello, Gê e Negro leo formaram um trio acústico, Decidido a conhecer mais o instrumento e a entrar em uma faculdade, iniciou as aulas de guitarra com o Guitarrista André Martins (artista solo e Fafa de belem) . Com o termino do trio, colaborou com o Primo Lucas Beat Maker, sempre que o mesmo precisava de algumas guitarras em suas produções.

Incentivado por André O músico continuou seus estudos levando cada vez mais a sério e, durante esse período participou da Banda Spectra, que tinha o som voltado para o Heavy Metal Symphonico ( Nightwish, AfterForever entre outros), e com o termino da banda, incentivado mais uma vez pelo por Martins, Luciano Gravou vídeos de versões instrumentais de músicas "famosas" passou a divulgar o trabalho no youtube. Com a repercussão do video, a vocalista (Bruna) e o baterista ( André) ambos ex Spectra, tiveram a ideia de reunir-se com Luciano e montar um grupo voltado ao Heavy Metal, habilitaram Mauro para o Baixo e assim formou-se a banda Devastarium, no mesmo periodo junto com os primos EriQ.i e Lucas Beatmaker formaram o Projeto Mopri.



Read more...

Reviews


to write a review